Lançamento na Clarets: Chateau Pavie

O Chateau Pavie tem uma história bastante longa, datada do Império Romano. No ano de 1955 na Primeira Classificação de Saint-Emilion, foi classificado como Premier Cru Classe “B”. Em 2012 subiu para Premier Cru Classe “A”, a mais alta desta região.

O Chateau Pavie está entre os 4 principais produtores de Saint-Emilion, juntamente com Cheval Blanc, Ausone e Angelus. Todos são produtores Premier Cru Classe “A”, entre os melhores de Bordeaux e do mundo.


Em 1998, Gerard Perse, que já possuía Chateau Monbousquet, comprou Chateau Pavie da família Valette. Chateau Pavie experimentou um renascimento graças às atitudes sobressalentes de Gerard Perse e Chantal Perse. Na altura da compra, as vinhas estavam em mau estado. Perse comandou o replantio extenso para atingir o nível adequado de densidade das videiras. Havia também parcelas que precisavam de cultivo. O projeto de renovação levou dois anos para ser concluído e foi finalizado em 2000. Em 2011, o Chateau Pavie começou novamente uma renovação completa de todas as instalações de produção de vinhos. Isto representa uma mudança na vinha com menos Merlot e mais Cabernet Franc. Além do replantio, os fios de treliça em todo vinhedo foram criados para aumentar a folhagem das vinhas.


O Chateau Pavie produz 3 vinhos. O primeiro e principal é o Chateau Pavie, um dos melhores vinhos de Bordeaux e consequentemente do mundo. O segundo é o Aromes de Pavie, eleito por muitos como um dos melhores segundos vinhos existentes em Bordeaux. E o terceiro é o Esprit de Pavie, criação de Gerard Perse, e produzido com uvas de diferentes vinhedos situados ao sul do vale de Dordogne, entre Saint Emilion e Cotes de Castillon.


A Clarets é representante oficial do Chateau Pavie no Brasil.

Conteúdo relacionado