La Chablisienne Chablis Grand Cru Les Grenouilles 2014.

Este vinho é proveniente do vinhedo Les Grenouilles, o mais famoso vinhedo Grand Cru deste produtor.
“O Grand Cru Les Grenouilles de Chablis de 2014, envelhecido em barris de carvalho e aço inoxidável, tem um aroma bem definido, mas bem definido, com aromas de flores brancas filtrando através dos citrinos, atados com aromas brancos de pêssego e caqui. O paladar é muito bem equilibrado com notas de pêssego na entrada. É uma sensação harmoniosa na boca, um Grenouille carregado de peso e intensidade, mas que permanece preciso e detalhado no acabamento levemente temperado e coeso. Este é um excelente Chablis com um longo potencial de envelhecimento.”
Robert Parker.

Read more

La Chablisienne Chablis Grand Cru Valmur 2015.

Este fantástico vinho é um dos melhores e mais renomados Chablis produzidos. É proveniente do vinhedo Grand Cru de Valmur, que detém a classificação de qualidade mais alta da região. O vinho passa por envelhecimento de 18 meses em tanques e barris com as borras finas
A combinação de Chablis com ostras, além de clássica, é tida como uma harmonização perfeita.
A Clarets é representante oficial do La Chablisienne no Brasil.

Read more

Lançamento na Clarets: La Chablisienne.

Toda linha deste fantástico produtor agora você encontra na Clarets.
O Chablis La Pierrelée é proveniente de vinhas com idade média de 20 anos. O envelhecimento do vinho ocorre por 6 meses em tanques com as borras finas.
O Chablis 1er Cru Cote de Lechet é proveniente de vinhas 1er cru com idade média de 25 anos. O envelhecimento do vinho ocorre por 12 meses em tanques e barris com as borras finas.
As uvas de ambos vinhos são do solo Kimmeridgian superior e médio, com calcário e marga alternados com Exogyra virgula fossilizada, característica típica do solo mais nobre da região de Chablis.
A Clarets é representante oficial do La Chablisienne no Brasil.

Read more

Lançamento na Clarets: La Chablisienne.

Acaba de chegar ao Brasil este produtor que é referência de qualidade em Chablis.
A história começa em 1923. Sob a liderança de Abbé Balitrand, vários vitivinicultores juntaram forças para enfrentar melhor as dificuldades econômicas do período. Juntos, no meio dos vinhedos de Chablis, eles criaram uma adega cooperativa para comercializar seus vinhos. Até meados da década de 1950, os membros da cooperativa entregavam sua produção a La Chablisienne, que então era responsável pela criação das misturas e pela venda delas, principalmente aos atacadistas. No entanto, La Chablisienne queria ir muito além e criar um estilo próprio. Por isso, decidiu que a colheita seria entregue na forma de mostos (suco não fermentado), uma particularidade que se tornou marca registrada da casa e que lhe dá total controle sobre os processos de vinificação. Existe um constante intercâmbio de informação entre os viticultores e os técnicos, ligando a qualidade dos mostos às parcelas que produzem as uvas, garantindo assim a melhor orientação técnica possível. La Chablisienne se tornou referência em qualidade em Chablis, e consequentemente, se tornou um dos melhores produtores de vinhos brancos em toda a Borgonha.
A Clarets é representante oficial do La Chablisienne no Brasil.

Read more