A família Jobard é considerada uma das mais tradicionais de Meursault. Iniciou a sua história na viticultura da região em 1860. Hoje, o domaine é administrado pela quinta geração, por Antoine Jobard, filho de François Jobard. Este produtor possui aproximadamente 5 hectares de vinhas em Mersault, o que somado ao baixíssimo rendimento das suas vinhas, faz com que a sua produção seja de apenas 2.000 caixas por ano. O produtor é conhecido pela pureza e elegância em seus vinhos, tendo a sua alta qualidade constante o colocado no patamar dos mais respeitados produtores da Borgonha.
Alguns produtores ícones de qualidade na região, como Coche-Dury e François Raveneau, consideram que os vinhos de Antoine Jobard estejam neste patamar. A vinificação dos vinhos feita por Jobard é tradicional, no entanto, abomina o uso excessivo de carvalho novo e a agitação de borras, que, segundo ele, servem apenas para embelezar os vinhos quando jovens, mas acrescentam pouco ao seu potencial de envelhecimento a longo prazo. Os vinhos não são extravagantes, mas graciosos e firmes, exibindo uma intensidade mineral surpreendente e grande delicadeza.
Todos os vinhos Jobard envelhecem em barricas e passam um longo período nas caves de Meursault. Na sua juventude, estes vinhos possuem muitas vezes uma estrutura mineral intensa que só começa a amolecer com o envelhecimento em garrafa. Embora François e Antoine trabalhem lado a lado, Antoine trouxe sua própria assinatura ao domaine: uma acessibilidade maior aos vinhos, todos deliciosos e prontos para beber imediatamente. Porém, as características marcantes deixadas por François Jobard ainda permanecem e os vinhos ainda explodirão com aromas intensos de favo de mel e pedra com o decorrer dos anos.
X
Menu