O Domaine Berthaut-Gerbet é considerado por diversos críticos como uma das maiores estrelas em ascensão entre os produtores da Borgonha e, sua enóloga e proprietária atual, Amélie Berthaut, formada em viticultura e enologia pela universidade de Bordeaux, é tida como uma das mais talentosas enólogas da nova geração da região. O Domaine Berthaut-Gerbet é o resultado da união de dois tradicionais produtores da Borgonha: Domaine Berthaut e Domaine François Gerbet. Os pais de Amélie, Denis Berthaut e Marie Andrée Gerbet, deixaram para a sua filha o controle das suas propriedades e, assim, ela iniciou seu projeto pessoal, reunindo em apenas um domaine as vinhas e tradições destes dois renomados produtores. Cada um dos domaines isoladamente possuía grande tradição na Borgonha, principalmente o Domaine Berthaut, que era um produtor com origem no final do século XVIII e passou por 6 gerações antes de se juntar ao Domaine François Gerbet.
Hoje o Domaine Berthaut-Gerbet possui 16 hectares de vinhas, sendo grande parte na comuna de Fixin, onde o produtor está localizado, além de excelentes parcelas nas comunas de Gevrey-Chambertin, Vosne-Romanée e Flagey-Echezeaux. A sua atual proprietária e enóloga, Amélie, acredita que o trabalho mais importante acontece nas vinhas e no solo. Ela segue a agricultura lutte raisonnée, isto é, com forte inclinação para a viticultura orgânica, sem herbicidas ou pesticidas nos vinhedos. A vinificação é realizada para expressar a máxima pureza de seus diferentes terroirs. As uvas são separadas em tanques de concreto onde os vinhos são submetidos a uma maceração a frio de aproximadamente 5 dias antes do início da fermentação. Terminada a fermentação, os vinhos são suavemente prensados em cestos e devolvidos a tanques ou foudres para iniciar a fermentação maloláctica.
Em seguida, são armazenados em barris de carvalho, sendo 20% a 50% novos, por um período de 15 a 20 meses. Amélie sempre busca aprimorar e aperfeiçoar, a cada safra, todos os processos que estão envolvidos na construção de seus vinhos, sendo perceptível a sua evolução anos após ano. Diversos críticos acreditam que estamos acompanhando a história de uma futura estrela da Borgonha.
X
Menu