Total: R$0,00

Mudanças de direção marcaram o caminho do Domaine du Bel Air, uma das joias de Bourgueil. Quando assumiu a propriedade de seu pai em Benais, Pierre Gauthier teoricamente tinha uma missão simples: seguir seu legado. Nada mais. Vindo de uma tradição – iniciada por seu bisavô em 1880 – de agricultores de policultura, nos anos 1970 as videiras passaram a predominar e André, pai de Pierre, aprendeu as artes da vinificação de forma autodidata, enxertando com as próprias mãos e arando a cavalo.

Pierre, porém, decidiu inovar. Em pouco tempo, modernizou as terras, produziu mais usando tecnologias e especialmente intervenções nos vinhedos com fertilizantes, herbicidas etc. “Após 20 anos desta viticultura, fui perdendo o meu latim”, admite. Percebendo o que tinha feito, resolveu voltar atrás e resgatar a simplicidade e a essência do que seu pai fazia.

Assim, a partir de 1995, com conselhos de Denis Duvenau e Philippe Noye, iniciou uma nova jornada. Em 2000, converteu o vinhedo para agricultura biológica (certificada) e passou a fazer uma seleção de single vineyards. Além disso, mudou a vinificação, com fermentações mais longas com leveduras indígenas, estágio em barricas usadas etc. Tudo em busca do melhor caráter para seu maravilhoso Cabernet Franc.

Hoje, Pierre – juntamente com o filho Rodolphe – dá vida a apenas cinco rótulos que, retomando o legado de seu pai, revelam o potencial incrível da Cabernet Franc no Loire e da denominação Bourgueil.

X
Menu